Investimentos de Longo Prazo

Meus investimentos para longo prazo

IRPF 2013 – Declaração de investimentos

Posted by Fabrício Godoy em domingo, 31 março 2013

Olá a todos, nesse post é uma atualização do post do ano passado. E como o post anterior vou dar algumas dicas de como declarar alguns tipos de investimento à Receita Federal.
Eu escolho fazer uma declaração bem detalhada, provavelmente mais do que a maioria. Cabe a cada um decidir a profundidade de detalhamento necessária.

Usem os comentários para esclarecer dúvidas. Não responderei a perguntas genéricas sobre IRPF, apenas as referentes a investimentos.
Nota: Os itens no índice que estão anotados com um asterisco (*) indicam que houve mudanças na declaração em relação ao ano passado.

Índice

1. Poupança

1.1. Custódia

Para declaração de custódia de contas poupança, ir no item Bens e Direitos dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão Novo, para acrescentar um novo bem.

Preencher Código com o número 41 (Caderneta de poupança). Em Discriminação preencha com o Nome e CNPJ do banco custodiante.

Para finalizar preencha o valor custodiado no final do ano retrasado e no final do ano passado.

1.2. Rendimentos

Para declaração de rendimentos recebidos através de poupança, ir no item Rendimentos Isentos e Não-Tributáveis dentro do anexo Fichas da Declaração.

Preencher o valor do rendimento na linha 8 (Rendimentos de cadernetas de poupanças e letras hipotecárias).

2. Ações

2.1. Custódia

Para declaração de custódia de ações, ir no item Bens e Direitos dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão Novo, para acrescentar um novo bem.

Preencher Código com o número 31 (Ações). Em Discriminação preencha com o Nome e CNPJ da empresa representada pela ação e também a quantidade e data de aquisição das ações.

E, finalmente preencha o valor de aquisição custodiado no final do ano retrasado e no final do ano passado.
Para o valor de aquisição deve ser considerado o valor bruto de compra mais os custos, como corretagem, emolumentos etc.

É importante enfatizar que sempre deve ser declarado o valor de aquisição, o valor não deve ser atualizado.

2.2. Dividendos

Para declaração do recebimento de dividendos, ir ao item Rendimentos Isentos e Não-Tributáveis dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão da linha 5 (Lucros e dividendos recebidos pelo titular e pelos dependentes).

Abrirá uma janela onde se deve preencher os dividendos recebidos de cada empresa, individualmente. Clique no botão Novo para acrescentar uma nova fonte pagadora.

Deverá ser preenchido o beneficiário, CNPJ, nome e valor total recebido no ano.

2.3. Juros sobre Capital Próprio (JCP)

Para declaração do recebimento de JCP, ir ao item Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva dentro do anexo Fichas da Declaração.

Preencher o valor total líquido recebido através de JCP na linha 8 (Outros rendimentos recebidos pelo Titular).

Opcionalmente pode ser criado um novo item com o nome JCP, caso você tenha outros rendimentos além de JCP.

2.4. Direitos de Dividendos ou JCP

Caso tenha ficado pendente o pagamento de algum dividendo ou JCP, isso é chamado de direito. Ir até Bens e Direitos dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão Novo, para acrescentar um novo direito.

Preencher Código com o número 59 (Outros créditos e poupança vinculados). Em Discriminação preencha o Nome e CNPJ da fonte pagadora e também o tipo de direito.

Para finalizar preencha o valor do direito no campo referente ao final do ano passado.

2.5 Alienação Isenta (até R$ 20.000,00/mês)

Para declaração de lucros sobre alienação de ações (vendas mensais não maiores que R$ 20.000,00), ir ao item Rendimentos Isentos e Não-Tributáveis dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão da linha 18 (Ganhos líquidos em operações no mercado à vista de ações negociadas em bolsas de valores …)

Na janela aberta preencher os lucros sobre alienação de ações dividos por beneficiários. Clique no botão Novo para acrescentar um novo beneficiário.

Escolher o beneficiário e preencher o valor total acumulado no ano.
Para o cálculo do valor lucrado deve-se subtrair do valor da venda o valor da compra e os custos envolvidos, tanto da compra como da venda.

De maneira geral eu subtraio os prejuízos dos lucros e preencho esse campo caso o valor seja positivo.

3. Tesouro Direto

3.1. Custódia

Para declaração de custódia de títulos do Tesouro Direto (títulos públicos), ir ao item Bens e Direitos dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão Novo, para acrescentar um novo bem.

Preencher Código com o número 45 (Aplicação de renda fixa). Em Discriminação preencha com o Nome, quantidade e data de aquisição dos títulos.

Para finalizar preencha o valor de aquisição custodiado no final do ano retrasado e no final do ano passado.

3.2. Venda, vencimento ou pagamento de juros

Para declaração de venda, vencimento ou pagamento de juros dos títulos, ir ao item Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão da linha 6 (Rendimentos de aplicações financeiras).

Abrirá uma janela para preenchimento da lista de rendimentos referentes a aplicações financeiras. Clique no botão Novo para acrescentar um rendimento.

Preencha a especificação do rendimento e o valor correspondente.

4. Contas

4.1. Corrente

Para declarar valores em conta corrente, ir no item Bens e Direitos dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão Novo, para acrescentar um novo bem.

Preencher Código com o número 61 (Depósito bancário em conta corrente no país). Em Discriminação preencha com o Nome e CNPJ do banco custodiante.

Para finalizar preencha o valor custodiado no final do ano retrasado e no final do ano passado.

4.2. Corretora

Para declarar valores em conta da corretora, ir no item Bens e Direitos dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão Novo, para acrescentar um novo bem.

Preencher Código com o número 69 (Outros depósitos à vista e numerário). Em Discriminação preencha com o Nome e CNPJ da corretora custodiante.

Para finalizar preencha o valor custodiado no final do ano retrasado e no final do ano passado.

5. Fundos de Investimento Imobiliário

5.1. Custódia

Para declaração de custódia de cotas de FII (Fundos de Investimento Imobiliário), ir ao item Bens e Direitos dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão Novo, para acrescentar um novo bem.

Preencher Código com o número 73 (Fundo de Investimento Imobiliário). Em Discriminação preencha com o Nome e CNPJ da empresa que administra o fundo, e também a quantidade e data de aquisição das cotas.

Para finalizar preencha o valor de aquisição custodiado no final do ano retrasado e no final do ano passado.

5.2. Alienação

Para declaração de lucros sobre alienação de FII, ir ao item Operações Fundos Invest. Imob. dentro do anexo Renda Variável.
Não esquecer que na alienação de FII é pago 20% de IR via DARF 6015, não há isenção.

Na tabela Ganhos Líquidos ou Perdas preencha os lucros ou prejuízos correspondentes a cada mês e os valores dos impostos pagos via DARF 6015.

5.3. Aluguel

Para declaração do recebimento de aluguéis de FII, ir ao item Rendimentos Isentos e Não-Tributáveis dentro do anexo Fichas da Declaração.

Clicar no botão da linha 24 (Outros (especifique)).

Abrirá uma janela para preenchimento da lista de rendimentos. Clique no botão Novo para acrescentar um rendimento.

Preencha a especificação do rendimento e o valor correspondente.

Nenhum investimento referenciado aqui é recomendação para compra, esse blog deve apenas ser usado para fins educativos. Sempre avalie onde você está investindo, leia muito sobre a modalidade de investimento e avalie se pode ser aplicado ao seu perfil de investimentos. Não me responsabilizo por qualquer decisão tomada por meio deste blog.
Anúncios

2 Respostas to “IRPF 2013 – Declaração de investimentos”

  1. […] IRPF 2013 – Declaração de investimentos […]

  2. […] IRPF 2013 – Declaração de investimentos […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: